(21) 2682-1379 Fale Conosco
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Docentes debatem conjuntura e aprovam centralidade da luta para 2018

Durante todo o período da tarde e noite dessa segunda-feira (22), os mais de 550 delegados e observadores inscritos, até o momento, no 37º Congresso debateram os textos apresentados por docentes de diversas seções sindicais, com diferentes análises da conjuntura nacional, internacional e do movimento docente.

Dos 10 textos enviados ao Caderno do 37º Congresso, um foi remetido à plenária do Tema 2, por solicitação dos autores da Associação dos Docentes e Profissionais da Educação a Distância do Rio de Janeiro – Seção Sindical do ANDES-SN (Adopead SSind.), e o texto 9 não foi defendido pela ausência dos autores.

Durante mais de cinco horas, os participantes expressaram as diferentes análises de conjuntura e debateram questões como as contrarreformas impostas aos trabalhadores pelo governo de Michel Temer, as retiradas de direitos promovidas pelos governos anteriores e suas consequências para o setor da educação, além da Justiça seletiva e do julgamento do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que pode resultar no impedimento de sua candidatura. Foram abordados também os ataques promovidos pelos governos estaduais, a situação dos trabalhadores aposentados e pensionistas, a necessidade de construção de uma nova Greve Geral para barrar a Reforma da Previdência, e ainda, o papel do Sindicato Nacional nesses processos e a participação em diversas lutas e ações de resistência contra os retrocessos. Foi destacada, também, a situação dos trabalhadores na América Latina.

Após mais de 50 intervenções, os delegados aprovaram, como centralidade da luta do Sindicato Nacional para 2018: “Fortalecer a unidade de ação com os setores dispostos a barrar e revogar as contrarreformas. Construir as lutas e a greve do funcionalismo público federal, estadual e municipal em defesa da educação e dos serviços públicos e da garantia de direitos, rumo a uma nova Greve Geral. Fora Temer. Nenhum direito a menos.”

 

Moção contra a seletividade da Justiça no julgamento do ex-presidente Lula

Ainda na Plenária do Tema 1, foram apresentadas três moções relativas ao julgamento em 2ª instância de Luís Inácio Lula da Silva, marcado para quarta-feira (24). Os delegados aprovaram, por maioria, se manifestar sobre o julgamento do ex-presidente, marcado para ocorrer no TRF4 no próximo dia 24 de janeiro.

A moção aprovada destaque que, como o sindicato já denunciou no 61º Conad, na atual conjuntura explicita-se e aprofunda-se o alinhamento político entre os poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e a grande mídia, com destaque para a ação do Supremo Tribunal Federal (STF), ampliando-se para segmentos do Ministério Público e da Polícia Federal, que demonstram total subordinação aos interesses políticos dos representantes do Capital.

“A condenação de Lula, seletiva e com fins eleitorais, se confirmada em segunda instância, é mais um ataque às poucas liberdades democráticas conquistadas e pode servir para o aprofundamento da criminalização das lutas sociais. Posicionar-se contra a seletividade da justiça que, neste caso, pode inviabilizar a candidatura de Lula, reafirma a histórica postura deste Sindicato em defesa da democracia. Isto não significa nem pode resultar em apoio a qualquer candidato/a no pleito eleitoral de 2018. Ao contrário, o ANDES-SN deve se manter autônomo e independente de partidos, governos, religiões e reitorias e reafirmar a necessidade de construção de uma alternativa classista dos/das trabalhadores/as, a qual não pode ser assumida nem pelo neoliberalismo, nem pela sua variante da conciliação de classe”, afirma o texto.

 Fonte: ANDES-SN

Outras deliberações do 37º Congresso estão disponíveis neste link.


Mais Notícias

DIA 14/08/2018, TERÇA-FEIRA TAMBÉM É DIA DE IR PRAS RUAS E APOIAR A CAMPANHA DOS 23

Postado em 10/08/2018

  A Assembleia da ADUR, reunida em 08/08/2018 deliberou pela participação da entidade no Ato que acontecerá no dia 14/08, leia mais


Nota da Assembleia da ADUR-RJ

Postado em 10/08/2018

Nota da Assembleia da ADUR-RJ A assembleia dos docentes da UFRRJ, reunida no dia 08 de agosto de 2018, manifesta leia mais


ASSEMBLEIA DECIDE PARTICIPAR DO DIA DO BASTA!

Postado em 09/08/2018

A Assembleia da ADUR, reunida em 08/08/2018 deliberou pela participação da entidade no Ato que acontecerá no dia 10/08, sexta-feira, leia mais


MOÇÃO DE APOIO AOS 23 E CONCLAMAÇÃO À LUTA

Postado em 06/08/2018

O Movimento Classista em Defesa da Saúde do Povo vem, em nota, repudiar VEEMENTEMENTE a sentença da “Justiça” burguesa, que leia mais


10 de agosto: Marchamos separados, mas garantimos a unidade

Postado em 06/08/2018

Nessa quarta-feira, 1º de agosto de 2018, ocorreu a Plenária de Organização das Atividades do Dia Nacional de Mobilizações e leia mais


Universidades federais deverão adotar ponto eletrônico, determina TCU

Postado em 06/08/2018

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão que adote as medidas necessárias leia mais


Plenária organiza o Dia do Basta!

Postado em 06/08/2018

Na noite da última quarta-feira (1) foi realizada a Plenária do Dia do Basta! 10 de agosto, reunindo representantes de leia mais


Convocação da Reunião da Coordenação Estadual de Entidades da CSP-CONLUTAS RJ

Postado em 03/08/2018

À todas as entidades e movimentos filiados à CSP-CONLUTAS – Central Sindical e Popular A Secretaria Executiva Estadual da CSP-Conlutas leia mais


Informes da Diretoria da ADUR

Postado em 02/08/2018

  Reunião dos Setores Nos dias 28 e 29 de julho, ocorreu em Brasília, na sede do ANDES, uma reunião leia mais


CEBRASPO convoca plenária em solidariedade aos 23 ativistas condenados pelo TJ-RJ

Postado em 31/07/2018

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (CEBRASPO) convoca  plenária para o dia 02/08 (quinta-feira), no IFCS. Veja a nota leia mais


demais notícias